Consciarte by Berlitz

Cultura, Consciência e Arte

Navio Negreiro e o Mar

Crédito da foto (Bo Diddley): AFP

Em 2008, várias perdas. Ficamos mais pobres musicalmente. E mais distantes daqueles que nos lembravam coisas importantes, como o NÃO ao pré-conceito e a vida que é ver o MAR.

De certa forma, os dois personagens, de linhagens musicais “diferentes”, ancoram suas músicas na praia dos negros e da miscigenação, norte-americana, retratados por Bo Diddley, e brasileira, por Dorival Caymmi.

Recentemente, Ron Wood publicou (The Observer, veja link abaixo) um artigo em que relembra sua amizade com Diddley, e de como o blueman não entendia a segregação racial. “Tem uma torneira aqui para pessoas negras e uma ali para as pessoas brancas. Mas o tubo (cano) se liga por debaixo. É o mesmo tubo”, dizia Bo Diddley.

Ron Wood, The Observer

Dorival Caymmi foi e será o mestre e cantor do Mar. Nenhum outro artista brasileiro cantou tanto a Bahia e o mar (e seus pescadores) como Caymmi.

Veja o artigo de Marcos Massolini escrito no dia da morte de Dorival e publicado aqui com exclusividade.

Texto para Caymmi
Anúncios

dezembro 30, 2008 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: