Consciarte by Berlitz

Cultura, Consciência e Arte

MESTRE MAESTRO

 

Sábado, 17 de fevereiro de 1973. Choramos e aqui Jazz Pixinguinha.

Era sábado de carnaval.

Em homenagem aos 36 anos de morte do maior músico brasileiro, leia o texto primoroso (como todos) de Sérgio Cabral sobre o mestre flautista, saxofonista, arranjador, compositor…

Pixinguinha foi cultuado por Villa-Lobos, Tom Jobim, Mário de Andrade, entre outros. Isto explica a sua grandiosidade.

O crítico e historiador Ari Vasconcelos sintetizou de forma admirável a importância desse fantástico instrumentista, compositor, orquestrador e maestro:“Se você tem 15 volumes para falar de toda a música popular brasileira, fique certo de que é pouco. Mas se dispõe apenas do espaço de um a palavra, nem tudo está perdido; escreva depressa: Pixinguinha.”

Página oficial Pixinguinha:

http://www.pixinguinha.com.br

Texto Sérgio Cabral:

http://www.pixinguinha.com.br/img/biografia/biografia-sergio.pdf

 

Anúncios

fevereiro 22, 2009 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: