Consciarte by Berlitz

Cultura, Consciência e Arte

Ouça o que o seu coração diz

 

Você já ouviu sua avó dizer: “Ouça a voz do seu coração” ou “Ouça o que o seu coração diz”. As avós sempre dizem isto. Pois é, elas têm razão. A minha avó dizia isto; procurava ouvir, embora eu seja um pouco surdo.

Bom, não é bem a “sua” voz, que até pode ser muito boa. Mas o que faz bem para o coração é a música em si. Sobretudo a música certa para a batida certa do coração, e para todos os demais órgãos do corpo humano. Música é freqüência. Nós somos freqüência. Pelo menos enquanto o pulso ainda pulsa, como sentenciado pelos Titãs Arnaldo Antunes, Tony Bellotto e Marcelo Fromer.

Recentemente, pesquisadores italianos apresentaram um estudo onde descrevem que a música clássica muda a freqüência dos batimentos cardíacos em pessoas saudáveis e em pacientes que se apresentam em estado vegetativo, que não respondem a qualquer estímulo ou, como acreditam muitos, isolados de todo o resto do mundo.

A pesquisa – Aqui ou Aqui – foi coordenada por Francesco Riganello, do Instituto Santa Anna, em Crotone, na Itália. A equipe de Riganello tocou quatro músicas clássicas para um grupo de 16 voluntários saudáveis e mediram seus batimentos cardíacos. Em seguida, realizaram o mesmo procedimento com 9 pacientes em estado vegetativo. Resultado: constataram que a música afetou o ritmo dos batimentos cardíacos da mesma forma nos dois grupos avaliados.

As músicas executadas foram obras clássicas: o minueto do quinteto de cordas em Mi Maior, de Luigi Boccherini (String Quintet in E Op. 13 No. 5 Minuet), diminuiu o nível de batimentos cardíacos; a outra foi a 6ª Sinfonia de Tchaikovsky – Symphony Nº6 "Pathétique" -, que aumentou os batimentos.

Curiosamente, ouvir Boccherini ajuda a relaxar. É o que apontam outros estudos realizados anteriormente. Segundo explicações de alguns pesquisadores, a música clássica – Boccherini e outros semelhantes – faz o cérebro reagir de forma diferente.

Acredita-se que essa reação é originada em regiões inferiores do cérebro, que são responsáveis por controlar as emoções e respostas autônomas. Tecnicamente falando, são os sistemas límbico e paralímbico. Incrível que isto pode acontecer até mesmo após sérias lesões cerebrais.

As imagens abaixo dão uma noção de como cada região do cérebro capta, identifica e percebe o som. As ilustrações completas estão na matéria As regiões do cérebro (veja também as ilustrações interativas na NewScientist).

TEMPORAL (2)

 AUDITIVO DE ASSOCIAÇÃO (8)

 AUDITIVO PRIMÁRIO (4)

Que música clássica faz bem, tudo mundo sabe. Particularmente, acredito que a gente tem a capacidade de adaptação à qualquer música, dependendo da nossa freqüência, ‘estado de espírito’, hora e local. Ouvir rock é muito bom, mas não combina quando você quer relaxar. Seria bom também colocar Boccherini, Beethoven, Mozart em uma festa infantil, certo? Não. Seria um pouco incompatível.

Enfim, escute a música que melhor lhe cabe a cada momento. E ‘escute o que o seu coração diz’ e, se quiser fazer bem a ele, vai a dica: Luigi Boccherini e o minueto do quinteto de cordas em Mi Maior. Este minueto é de 1771.

Luigi Boccherini (1743-1805): MINUETO DO QUINTETO DE CORDAS, EM MI MAIOR, OP.13 Nº5

Para quem não conhece, aqui a 6ª Sinfonia de Tchaikovsky, com regência do maestro russo Yuri Khatuevich Temirkanov. Em cinco partes:

Part 1: http://www.youtube.com/watch?v=yhhsTBQzw5k

Part 2: http://www.youtube.com/watch?v=uTZb4_0TlNY

Part 3: http://www.youtube.com/watch?v=m9N_Atr1tiQ

Part 4: http://www.youtube.com/watch?v=WvA3eee6PMI

Part 5: http://www.youtube.com/watch?v=BGIL_yyT3wI

 

Se quiser saber mais sobre freqüência dos batimentos cardíacos, veja também a página da SOBRAC – Sociedade Brasileira de Arritimia Cardíaca.

Anúncios

julho 19, 2010 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: